Novo concurso da Polícia Federal avança no Ministério do Planejamento

Com o pedido de concurso para Delegado e Perito tramitando desde 2015, agora a Polícia Federal aguarda o parecer do Ministério do Planejamento para abertura de edital também para Agente e Escrivão, contabilizando um total de 1758 vagas, sendo: 600 vagas para Agente, 600 para escrivão, 67 para Perito e 491 para Delegado.

Apesar de possuir autonomia para realizar novos concursos, o órgão necessita de um parecer do MPDG (antigo MPOG) quanto às verbas. Nos últimos dias de agosto, o processo foi movimentado e o documento encontra-se agora no setor de Divisão de Concursos Públicos, o que aproxima ainda mais a realização deste certame.

Exigências dos cargos

Quem desejar pleitear uma vaga para Escrivão ou Agente precisa ter nível de escolaridade superior em qualquer área. Já para ser delegado da Polícia Federal, é preciso ter curso superior completo em Direito. O cargo de Perito também exige nível superior em algumas áreas específicas, que vai desde Medicina até Informática. Em todos os casos é necessário possuir CNH categoria “B”, pelo menos.

 

Remunerações atraentes

Um dos principais atrativos destes cargos é, sem dúvida, as excelentes remunerações. Apesar de ser um trabalho de grande responsabilidade e com muitas exigências, os policiais em início de carreira recebem em torno de R$ 11.897, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 458. Delegados e Peritos entram na PF com vencimentos perto de R$ 23 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *